o bibliotecário 2.0 (SP1)

Service Pack 1


  • Facebook

    O Bibliotecário 2.0 on Facebook
  • Outros Blogues


    oitenta e cinco. Get yours at bighugelabs.com/flickr
  • RSS O outro blogue

  • Translate

  • Comentários

  • Arquivos Temáticos

  • Arquivo Mensal

WLIC 06: Descomprimindo

Publicado por Julio Anjos em 2006, 21 de Agosto

Sobre wlic06 | Comente!... »

WLIC 06: FAIFE e os Cartoons do Profeta

Publicado por Julio Anjos em 2006, 21 de Agosto

Muitas coisas muito profundas foram ditas neste debate, algumas delas em francês por delegados vindos da África Negra.

O presidente em exercício da IFLA relembrou o quanto este case lhe lembra a decisão de tribunal que dizia: “A liberdade de expressão acaba antes de gritar «FOGO» num teatro cheio” e a globalização faz deste mundo um “teatro cheio”… há no entanto que nunca esquecer o nosso inalienável direito de avisar toda a gente que o “teatro” é uma “fire trap”.

Alguém invocou muito a propósito  o principio do “decorum” que faz parte dos principios da comédia e da sátira desde os tempo clássicos.

O presidente da associação DInamarquesa proferiu alumas palavras e mais tarde um bibliotecário afro-americano, formado na Dinamarca, veio a terreno proclamar que a seu ver aquilo que na Dinamarca é tido como “Liberdade de Expressão” não é uma coisa que se considere um direito adquirido (e em tanto lado conquistado a pulso, sangue e lágrimas)… é um direito culturalmente inato exercido desde há gerações (os vikings eram cooperativas). Aparecer-lhes uma civilização pela porta a dentro com todo uma carga de “un-mentionables” e “un-questionables” é uma coisa a que a sociedade dinamarquesa ainda vai demorar tempo a habituar-se.

Paralelos foram traçados pela Presidente da Associação Russa, onde algums erros foram cometidos e onde a Igreja Ortodoxa saiu a terreiro ainda mais veementemente que a comunidade islâmica, inclusivamente no caso de um cartaz sobre tolerância comissionado pela associação.

Sobre faife, Liberdade de Expressão, wlic06 | Comente!... »

Bill & Melinda Gates Foundation

Publicado por Julio Anjos em 2006, 21 de Agosto

O prémio Access to Learning  deste ano foi atribuido ao Rural Education and Development (READ) Nepal .

Das razões invocadas pela oradora destaco o facto de as aldeias terem de fornecer o terreno e aranjar uma indústria ‘SELF-SUSTAINABLE’ que cubra os custos de funcionamento da bibliteca.

O maior custo suportado pela READ é efectivamente o dos carregadores para os livros e garanto que subir e descer montahas com 900 Kg de livros às costas durante uma semana pelo nepal a fora ( e eles têm bibliotecas em todo o lado habitado) é difícil.

Ouvi distintamente falar de gargantas de 900 metros de altura de parede em cada lado que foram descidas e subidas para levar a coleção inicial para uma das bibliotecas.

Sobre Bill Gates, Melinda Gates, wlic06 | Comente!... »

As Veniadoras

Publicado por Julio Anjos em 2006, 20 de Agosto


Que se pode dizer duma cultura que transforma dizer “Seja Bem Vindo” e “Prazer em Recebê-lo” em profissão?

Sobre coreia, wlic06 | Comente!... »

WLIC 06 – Com Hino

Publicado por Julio Anjos em 2006, 20 de Agosto

Da mesma maneira que em Buenos Aires foi criado um hino oficial para este encontro com uma letra muito bonita que hei-de transcrever assim que arranjar uma lupa para ler a partitura que foi distribuida.

Até lá fiquem sabendo que diz muito bem de nós, profissionais de informação, como só uma cultura confucionista saberia dizer…

Sobre wlic06 | 1 Comentário »

WLIC 06 – Segurança

Publicado por Julio Anjos em 2006, 20 de Agosto

Para conveniência dos convidados oficiais mais importantes, como a esposa (Madame Kwon Yang-sook ) do actual presidente da Republica da Coreia e o anterior presidente da républica (Dr. Dae Jumg- Kim), a sala foi fechada 30 minutos antes da chegada da primeira. À hora aprasada abrem uma pequena porta lateral do auditório por onde entra a ilustre senhora, rodeada por seguranças e assessores para tudo e mais alguma coisa, dirigindo-se ao seu lugar de honra ( para melhor assegurar a colaboração governamental, o comité organizador nomeou a 1ª dama da Coreia como presidente honorário).

Naqueles segundos em que a portinhola se manteve aberta pôde-se ver a comitiva automóvel que a tinha trazido.

O aspecto mais interessante de isto tudo é que a cerimónia se realizou num 3º andar…  pelo que a comutiva automóvel sibiu até lá … com os automóveis!!!

Sobre wlic06 | Comente!... »

WLIC 06 – Cerimónia de Abertura

Publicado por Julio Anjos em 2006, 20 de Agosto




DSC00089

Originally uploaded by oitenta e cinco.

Por entre a habitual ‘extravaganza’ musical, o presidente em exercício da IFLA, ALex Byrne, após as platitudes protocolares, elevou a voz para lembrar a todos que existe o dever de encarar de frente e com firmeza as ameças de instauração de ‘Républicas do Medo”

We can not permit ourselves to be intimidated and to become complicit in the processes which set peoples against each other. As information professionals, we are committed to facilitating access to information for all. We are committed to enabling unrestricted access to information by the peoples of the world, to the unbiased provision of information through our libraries and information services. In doing so we set our faces against what ha been called, appropriately, “the republic of fear”

 


Sobre wlic06 | Comente!... »

 

Bad Behavior has blocked 30575 access attempts in the last 7 days.