o bibliotecário 2.0 (SP1)

Service Pack 1


  • Facebook

    O Bibliotecário 2.0 on Facebook
  • Outros Blogues


    oitenta e cinco. Get yours at bighugelabs.com/flickr
  • RSS O outro blogue

  • Translate

  • Comentários

  • Arquivos Temáticos

  • Arquivo Mensal

Memórias de ICUD

Publicado por Julio Anjos em 2007, 11 de Julho

Ao arrumar papéis de ICUD veio-me aos olhos o documento de apoio mais tenebroso de toda a minha curta carreira universitária. Um recorte que cita o jornal ”O  Século” de 1927 em que uma tal de Virginia de  Castro e Almeida afirma sob o título “Deve-se ensinar o povo a ler?” o seguinte:

“A parte mais linda, mas forte e mais saudável da alma portuguesa reside nos seus 75% de analfabetos”; de seguida pergunta aos que aprenderam as primeiras letras (não ensinavam todas?!) “que vantagens forma buscar à Escola? Nenhuma. Nada ganharam. Perderam tudo. Felizes os que esquecem as letras e voltam à enxada”

O texto é apresentado no contexto das politicas educativas e culturais em Portugal em geral e específicamente o incurável (porque é uma doença) problema da iliteracia e desculturação.

Isto parece uma citação feita por Rómulo de Carvalho na sua obra “História do Ensino em Portugal: desde a fundação da nacionalidade até ao fim do regime de Salazar-Caetano” publicado pela Gulbenkian em 1986 e entretanto esgotado.

Prometo o meu eterno agradecimento a qualquer biblioteca que informe ter a obra em acervo na zona de Lisboa, e que permita o empréstimo domiciliário… Ou tenha fotocópia da edição (5 / II / 1927)  em que esta Srª (autora de mutos titulos dirigidos ao público infantil ao que parece)  publicou as estas palavras.

Imprimir esta notícia Imprimir esta notícia

Comentar


XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Login with Facebook:
Página 1 de 11
 

Bad Behavior has blocked 491 access attempts in the last 7 days.